outras-as-esta

3 de novembro de 2011

Por quem os sinos dobram?

Por: Dom Murilo S.R. Krieger, scj Arcebispo de São Salvador da Bahia – BA No dia de Finados, costumamos recordar com carinho nossos mortos queridos. Por um lado, poderíamos dizer que nossa saudade, nosso sofrimento e nossas lágrimas são um problema pessoal ou, quando muito, familiar.