Seminarista Guido Schäffer

Seminarista Guido Schäffer

Igreja em Ipanema no Rio de Janeiro receberá restos mortais do seminarista Guido Schäffer

A Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro anunciou que os restos mortais do seminarista e surfista Guido Schaffer serão transferidos de um cemitério em Botafogo para a Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. A Igreja pretende organizar uma carreata de fiéis no dia 20 de janeiro, data em que o corpo de Guido deverá chegar ao local onde ele costumava participar das missas.

De acordo com o Padre Omar Raposo, a ideia é que surfistas, médicos e outros fiéis acompanhem a procissão, que marca o fato de Guido ter sido considerado um “Servo de Deus” pela Santa Sé. Esse é um dos passos iniciais do processo de beatificação e canonização. Simbolicamente, a instalação dos restos mortais de Guido na igreja que ele frequentava representa uma aproximação de sua memória da comunidade católica.
“Estamos muito satisfeitos porque o Guido foi um santo que tivemos a oportunidade de conhecer”, afirmou o sacerdote.
Guido Vidal Schäffer morreu no mar aos 34 anos. Seminarista, surfista, estudou medicina e era dedicado à causa dos mais pobres.
Processo de beatificação autorizado pelo Vaticano
O Vaticano autorizou a abertura do processo de beatificação do seminarista surfista do Rio de Janeiro. O documento, chamado de “Nihil Obstat”, foi assinado pelo prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, cardeal Angelo Amato, e divulgado no dia 10 de novembro.
Em maio deste ano, a Arquidiocese solicitou o pedido de concessão do “Nihil Obstat”. Junto a esse pedido, foram enviadas histórias da vida de Guido para comprovar que ele viveu de acordo com os ensinamentos da Igreja.
Conheça mais sobre a vida do seminarista Guido em um site especial.

Fonte: http://www.a12.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.