Sínodo da família

Sínodo da família

Por: cnbb.org.br Sínodo da família vai discutir sobre casais de segunda união. Padre Lombardi acompanhado pelos secretário geral, relator geral e secretário especial do próximo Sìnodo Uma coletiva de imprensa no Vaticano, nesta terça-feira, 5, apresentou o documento de preparação para a 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos.

Por: cnbb.org.br

Sínodo da família vai discutir sobre casais de segunda união.

Padre Lombardi acompanhado pelos secretário geral, relator geral e secretário especial do próximo Sìnodo
Uma coletiva de imprensa no Vaticano, nesta terça-feira, 5, apresentou o documento de preparação para a 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos. Entre os temas a serem abordados na reunião estará a questão dos casais de segundo união.
Para atender os jornalistas, estiveram presentes o Secretário geral dessa próxima assembleia, Dom Lorenzo Baldisseri; o relator geral, Cardeal Péter Erdő, arcebispo de Esztergom-Budapest, Hungria, e o secretário especial, Dom Bruno Forte.
Dom Lorenzo explicou que a temática se insere em um itinerário de duas etapas. A primeira é propriamente a Assembleia Geral Extraordinária de 2014, que busca colher testemunhos e propostas dos bispos para anunciar e viver o Evangelho na família. A segunda é a Assembleia Geral Ordinária, prevista para 2015, com o objetivo de buscar diretrizes operacionais para a pastoral da pessoa humana e da família.
O secretário geral lembrou que foi feito um convite às dioceses para difundir o documento preparatório a fim de obter dados concretos e reais sobre a temática sinodal. Ele informou que já está prevista uma segunda reunião do Conselho da Secretaria para o mês de fevereiro para analisar as respostas, que devem ser enviadas até fim de janeiro de 2014.
O relator Geral, Cardeal Péter Erdő, destacou alguns pontos de ordem pastoral e canônica, apresentados pelo Documento preparatório. Entre eles, a importância de preparar bem aqueles que se encaminham para o matrimônio. A questão dos casais de segunda união também foi abordada, apontando o cuidado que a Igreja tem para não haver marginalização. O assunto será tratado de modo minucioso durante o Sínodo, destacou o Cardeal.
“Atenção, acolhida  e misericórdia constituem o estilo que o Papa Francisco testemunha”, destacou o secretário especial, Dom Bruno Forte. Segundo ele, este estilo acompanhará todo o trabalho da Assembleia Extraordinária. “O convite que surge (da Assembleia) é colocar-se em escuta dos problemas e das expectativas que hoje vivem tantas famílias, manifestando a elas a proximidade e de modo credível a Misericórdia de Deus”, concluiu o secretário.
A 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos será realizada no Vaticano de 5 a 19 de outubro de 2014. O tema é “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”.

Padre Lombardi acompanhado pelos secretário geral, relator geral e secretário especial do próximo Sìnodo
Uma coletiva de imprensa no Vaticano, nesta terça-feira, 5, apresentou o documento de preparação para a 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos. Entre os temas a serem abordados na reunião estará a questão dos casais de segundo união.

Para atender os jornalistas, estiveram presentes o Secretário geral dessa próxima assembleia, Dom Lorenzo Baldisseri; o relator geral, Cardeal Péter Erdő, arcebispo de Esztergom-Budapest, Hungria, e o secretário especial, Dom Bruno Forte.
Dom Lorenzo explicou que a temática se insere em um itinerário de duas etapas. A primeira é propriamente a Assembleia Geral Extraordinária de 2014, que busca colher testemunhos e propostas dos bispos para anunciar e viver o Evangelho na família. A segunda é a Assembleia Geral Ordinária, prevista para 2015, com o objetivo de buscar diretrizes operacionais para a pastoral da pessoa humana e da família.
O secretário geral lembrou que foi feito um convite às dioceses para difundir o documento preparatório a fim de obter dados concretos e reais sobre a temática sinodal. Ele informou que já está prevista uma segunda reunião do Conselho da Secretaria para o mês de fevereiro para analisar as respostas, que devem ser enviadas até fim de janeiro de 2014.
O relator Geral, Cardeal Péter Erdő, destacou alguns pontos de ordem pastoral e canônica, apresentados pelo Documento preparatório. Entre eles, a importância de preparar bem aqueles que se encaminham para o matrimônio. A questão dos casais de segunda união também foi abordada, apontando o cuidado que a Igreja tem para não haver marginalização. O assunto será tratado de modo minucioso durante o Sínodo, destacou o Cardeal.
“Atenção, acolhida  e misericórdia constituem o estilo que o Papa Francisco testemunha”, destacou o secretário especial, Dom Bruno Forte. Segundo ele, este estilo acompanhará todo o trabalho da Assembleia Extraordinária. “O convite que surge (da Assembleia) é colocar-se em escuta dos problemas e das expectativas que hoje vivem tantas famílias, manifestando a elas a proximidade e de modo credível a Misericórdia de Deus”, concluiu o secretário.
A 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos será realizada no Vaticano de 5 a 19 de outubro de 2014. O tema é “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.