Evangelho Mateus 9,9-13

Evangelho Mateus 9,9-13

Sexta-Feira, 6 de Julho de 2012 – Santa Maria Goretti — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus

Sexta-Feira, 6 de Julho de 2012 – Santa Maria Goretti

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 9Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: “Segue-me!” Ele se levantou e seguiu a Jesus. 10Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. 11Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: “Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?”
12Jesus ouviu a pergunta e respondeu: “Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. 13Aprendei, pois, o que significa: ‘Quero misericórdia e não sacrifício’. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores”.
– Palavra da Salvação. – Glória a vós, Senhor.

Reflexão

1 – É fundamental que tenhamos uma atitude interior de prontidão, de disponibilidade. Quem é disponível, está sempre pronto para colocar a vida a serviço. O convite que Jesus dirigiu a Mateus fez toda a diferença. Não só porque Jesus convidou, mas, sobretudo, porque Mateus aceitou o convite. Ele se levantou e seguiu a Jesus. Acolher ou não o convite é que faz toda a diferença. Será que temos alimentado em nós esta atitude de disponibilidade para as coisas de Deus? Já pensamos nos convites que Deus nos tem feito até agora? Jesus está o tempo todo nos convidando para o seguimento. Ele chama a todos, indistintamente. Cada um deve abrir-se docilmente aos impulsos do Espírito Santo. É Ele quem dá o dom do discernimento e orienta para a missão. Vemos neste Evangelho que Jesus fez uma real opção pelos pecadores: “Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?” Para Jesus, buscar os “perdidos”, os pecadores, os desvalidos, os fracos, era a delícia de Seu coração. “Aqueles que têm saúde não precisam de médico… De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores”. Essa é a prática de Jesus. Jesus não só chama pecadores como vai à base da vida dele, entra em sua casa e sente a realidade na própria pele. E quando Jesus entra na intimidade de uma pessoa, Ele entra para fazer a varredura completa. Ele entra para nos resgatar, restaurar e nos convidar para uma linda e nobre missão. E Jesus entra na casa, isto é, entra na intimidade da pessoa, da família. E Jesus vê Mateus e seu olhar toca profundamente a intimidade de Mateus. O olhar de Jesus foi além da realidade de pecado que envolvia a vida de Mateus. Ele viu  as predisposições que Mateus tinha para mudar de vida. Aqui está o essencial em nossa existência: querermos mudar de vida…

Oração

Senhor Jesus, modelo e exemplo de toda disponibilidade, faze-me disponível para o Teu projeto de amor, que acontece no cotidiano de minha vida. Que minha atitude interior de prontidão seja a minha marca registrada no ato de seguir-Te. Olha Jesus, para mim! Olha para mim com muito amor e compreensão. Olha-me como pecador que necessita da Tua graça, que é seiva restauradora da para minha vida. Coloca em meu coração a capacidade e a coragem necessárias para responder afirmativamente às Tuas interpelações ordinárias e extraordinárias. Olhando-me, possas ver também minha vontade de mudar de vida e meu desejo de seguir-Te. Faze-me cada vez mais livre para que Te possa seguir com liberdade e alegria. Amém.

– Deus me abençoe e me guarde. Amém.
– Ele me mostre a sua face e se compadeça de mim. Amém.
– Volte para mim o seu olhar e me dê a sua paz. Amém.
– Abençoe-me Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Quero desejar-te uma final de semana maravilhoso. Não deixes de participar da Santa Missa ou do Culto Dominical. Neste final de semana Deus me concederá a graça de estar presidindo a Eucaristia na Paróquia Santo Antônio, em Joinville.

Aceita meu abraço e minhas preces,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.