Pastoral do Menor

Pastoral do Menor

Pastoral do Menor é reconhecida na Alemanha . A Escola de Cidadania dos adolescentes da Pastoral do Menor de Abaetetuba/PA “Preparando os Adolescentes Para o Futuro” recebe no dia 13 de outubro um reconhecimento de suas atividades.

Pastoral do Menor é reconhecida na Alemanha.

A Escola de Cidadania dos adolescentes da Pastoral do Menor de Abaetetuba/PA “Preparando os Adolescentes Para o Futuro” recebe no dia 13 de outubro um reconhecimento de suas atividades. A Universidade da Amazônia (UNAMA) em parceria com a universidade da Cidade de Freiburg na Alemanha, Evangelische Hochschule Freiburg, Protestant University of Applied Sciences desenvolveu uma pesquisa para analisar algumas experiências de protagonismo juvenil no Brasil e na Alemanha. Esta pesquisa será apresentada em Abaetetuba, no Auditório D-200 (UNAMA Alcindo Cacela), das 16 às 18horas com a participação de Jovens da Escola de Cidadania de Abaetetuba e estudantes do curso de Serviço Social, Psicologia e Direito da UNAMA.

A pesquisa com os adolescentes da Escola de Cidadania foi realizada de fevereiro a maio de 2011 com a participação de 36 jovens, sendo 27 do sexo feminino e 9 do sexo masculino, na faixa etária de 13 a 18 anos, cursando em sua maioria (55%) o ensino médio em escolas públicas.  A análise comparativa e de campo considerou a Escola de Cidadania de Abaetetuba a experiência que mais estimula a efetiva participação dos adolescentes nos seus espaços familiares e sociais.  O Prof. Dr. Dirk Oesselmann, da universidade Alemã, afirma que “a pesquisa trouxe o resultado de entender melhor a complexidade da situação social em que os jovens se encontram e as diferentes respostas possíveis. Para ele foi o momento de identificar “fatores que geram uma resposta proativa, e estes dependem principalmente de um clima positivo de estímulo, reconhecimento e encorajamento”.

A Pastoral recebeu a visita de 27 alunos alemães, 3 professores alemães, 5 alunos brasileiros e 1 professora da Universidade da Amazônia. Em agradecimento enviado ao Coordenador do Regional André Franzini, o professor Dirk avaliou que a estadia no Brasil foi muito marcante para os alemães. “Todos se referiram depois ao espírito vivo de querer melhorar a vida dos jovens a partir da forca que os jovens tem. E esta forca era algo que deu para sentir através de limites de comunicação e de diferenças culturais. Neste momento, o termo ‘protagonismo’ recebeu vida para todos nós que visitamos a Pastoral. Não é programa nem ideologia, é postura vivida pelos jovens. Neste sentido, nenhum livro, nenhuma abordagem teórica pode substituir aquilo que os jovens transmitiram ao vivo para nós. Eles acreditam na mudança, e por isso são mudança profunda de vida e para a vida.”

A Escola de Cidadania consiste em formação cidadã de adolescentes, oferecendo-lhes a oportunidade de serem formadores de outros adolescentes. Propõe constituir em cada diocese um grupo de liderança para agir em favor de políticas públicas eficazes. A Escola de Cidadania de Abaetetuba surgiu em 2007, quando foram selecionados jovens de todos os bairros em que se encontrara a pastoral para participar de encontros que discutissem temas pertinentes à realidade.

A Pastoral do Menor de Abaetetuba, Regional Norte 2, foi um grande exemplo para a Pastoral do Menor a nível nacional. No III Encontro Nacional dos Adolescentes, em maio de 2010, foi avaliado como a Pastoral poderia desenvolver o protagonismo de seus adolescentes, considerando-se as especificidades de cada regional, mas pensando em uma ação única que pudesse ser desenvolvida por todos e em toda a Pastoral do Menor no Brasil. Além do Pará, estas ações vêm sendo desenvolvidas pela Pastoral do Menor também nos Estados: Maranhão, Paraíba, Paraná, Espírito Santo e Minas Gerais.

A apresentação da pesquisa Protagonismo Juvenil no Pará será um momento muito importante para os adolescentes da Escola de Cidadania da Pastoral do Menor. Eles irão debater a temática protagonismo e expor a experiência de ter participado da pesquisa. A pesquisa “O Protagonismo Juvenil em Abaetetuba: o exemplo da Escola de Cidadania” mostrará esta ação como exemplo para outras nações e a Pastoral tem muito orgulho deste reconhecimento.

Outras Informações: André Franzini – Coordenador do Regional Norte 2 da Pastoral do Menor e Conselheiro Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA) representante da CNBB/Pastoral do Menor – (91) 9162-2591 – andre@semeando.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.