Manual do Vocacionado

Ordem Terceira Salvista

simboloda-fraternidade

FRATERNIDADE JESUS SALVADOR

1.1. INTRODUÇÃO

  • A Fraternidade Jesus Salvador fundada em 1993, por Pe Gilberto Maria Divina, sjs, é uma Família Religiosa constituída de três ramos específicos, sendo eles atualmente o Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador, responsável pela formação de religiosos, e sacerdotes, acolhendo assim jovens vindos da RCC. O Instituto Missionário Servas de Jesus Salvador que acolhe e forma na vida religiosa moças vindas da RCC. Os Servos Evangelizadores do Reino – Ordem Terceira Salvista que são leigos vindos da RCC que desejam se agregar a esta Família Religiosa para juntos buscarem a santidade. Estes são os ramos que vivem um mesmo carisma, espiritualidade, e missão na Igreja de forma própria e singular.
  • Falar da vocação SALVISTA é essencialmente nos arremetermos ao nosso Carisma, o qual foi inspirado por Deus ao coração de nosso Pai-fundador: o Louvor de Deus sob todas as formas a litúrgica em primeiro lugar. Carisma este que nos impele a santificação pessoal e comunitária Longe de ser limitado a um momento especifico se trata na verdade de uma adesão na vida a sempre honrar o nome de Deus. O que é dever de todos cristão a nós é dado como graça para um estado de vida.
  • O Carisma próprio de uma Família Religiosa é dom de Deus, derramado no coração daqueles que ELE mesmo chamou, em nosso caso tendo todas as forças orientadas para o Louvor de Deus. Louvar a Deus é a primeira e essencial tarefa do Servo(a) de Jesus Salvador, mais é louvor que brota do mais fundo do ser, como sua identidade. A prática deste Louvor de Deus se traduz pelos Servos de Jesus Salvador na perseverança a doutrina dos apóstolos, nas reuniões em comum, na fração do pão, e nas orações, na fraternidade e na partilha, na santificação pessoal e comunitária, e no apostolado renovado pelo Espírito Santo, por fim, este Louvor acontece nos pequenos gestos de cada dia.
  • A Espiritualidade de nossa Família Religiosa é Carismática, isto significa dizer que devemos colocar os dons carismáticos em prática, seja para evangelizar, salvar ou santificar a humanidade. A Missão particular do Servo(a) de Jesus Salvador saída de nosso Carisma e Espiritualidade é fazer com que o povo de Deus esteja bem disposto ao Louvor de Deus, impulsionados pela graça da Efusão do Espírito Santo, ou seja, a vivência em plenitude das graças recebidas nos sacramentos. Esta efusão se manifesta em frutos de santidade e carismas para edificar a Igreja, tornando assim, cada batizado um missionário evangelizador.
  • Desta forma, o Servo(a) de Jesus Salvador procura ser um verdadeiro instrumento de salvação, promovendo o encontro de cada pessoa com Jesus Cristo Ressuscitado na força do Espírito Santo, e assim fazendo o bem, curando e libertando os cativos e prisioneiros de tantas e diferentes formas de escravidão. Estamos como Família Religiosa, portanto, na Igreja e para a Igreja, desejando fazer cumprir a vontade do Senhor até que Ele venha, dando a Deus no mínimo, o máximo.

FRATERNIDADE JESUS SALVADOR

A Fraternidade Jesus Salvador é uma obra inspirada por Deus para os nossos tempos e os vindouros. Sua finalidade principal é promover o crescimento espiritual doutrinário e missionário-evangelizador de seus membros, através dos princípios que norteiam a Renovação Carismática Católica, em seus aspectos fundamentais.

1.2. CARISMA: “LOUVOR DE DEUS”

O Carisma da Fraternidade Jesus Salvador é o “Louvor de Deus” sob todas suas formas. – a litúrgica em primeiro lugar e, como consequência desse Louvor Deus, a santificação pessoal e comunitária.

1.3. ESPIRITUALIDADE: “CARISMÁTICA”

A espiritualidade desta Família a Religiosa é Carismática, isto é, os do carismáticos colocados em prática, para evangelizar salvar e santificar a humanidade.

1.4. MISSÃO: “MISSIONÁRIOS”

Este constitui o fundamento da nossa missão: ela sempre acontece, dentro de nosso carisma e espiritualidade a partir dos dons, talentos naturais e inclinações com que cada um nasceu ou adquiriu no decorrer da vida.

O Lema desta Família Religiosa é: “No mínimo, devemos dar a Deus o máximo”.

2. FUNDAMENTAÇÕES

6. Nós nos alicerçamos no C.I.C (Lei Eclesiástica) pelo Cân. 303 que diz “As associações cujos membros levam vida apostólica e tendem à perfeição cristã, e no mundo participam do espírito de um instituto religioso sob a alta direção desse instituto, chamam-se ordens terceiras ou têm outra denominação adequada.

7. Esta Ordem Terceira não é uma associação intermediária entre as associações clericais e laicais, pois ela não se situa no plano da hierarquia e sim no da espiritualidade com caminho específico para alcançar a santidade pessoal e comunitária.

8. A Ordem Terceira Salvista compõe-se de duas categorias de membros:

8.1. De pessoas que vivem em comum, com ou sem compromisso (da vivência dos princípios evangélicos) e com tempo integral para o apostolado.

8.2. De pessoas que vivem no mundo em seus lares e ofícios, e com tempo parcial para a pastoral. Ambos estes apostolados ou pastorais dirigem-se por meio da espiritualidade carismática, ou seja, pela abertura aos dons carismáticos. O apostolado de carisma que é o próprio do Instituto Missionário Servos(as) de Jesus Salvador, instituições estas cujos membros fazem votos temporários ou perpétuos

9. Continua, para eles, o mesmo Carisma, Espiritualidade e Missão essenciais da Fraternidade Jesus Salvador.

2.1. QUEM PODE PERTENCER AO “SER”

10. A escolha de pessoas participantes da Renovação Carismática Católica para fazer parte desta Ordem Terceira Salvista deve ser tal, que apenas aquelas que revelem condições especificas para o cumprimento de suas obrigações estatuárias, principalmente as espirituais poderão nela ingressar.

2.2. São condições próprias para viver sua espiritualidade:

12.1. Assim, pois, deverá, pelo Batismo no Espírito, ter tido uma verdadeira experiência de Deus em seu interior e mesmo certa mudança no exterior de sua pessoa. O dom e experiência do Espírito Santo. Uma conversão profunda de todo seu ser e modo de ser. Mudança de agir se sentir. Desejo intenso de orar, de viver na presença de Deus. Um grande desejo de santidade. Um encontro pessoal com Jesus Cristo, aceitando o Senhorio de Jesus em todos os atos de sua vida, em casa ou trabalho, no escritório ou na fábrica, na oração ou no lazer. Uma oração com poder de modificar as situações no lar, na igreja, na comunidade nas ruas. Testemunhar Jesus Cristo sem medo e nem vergonha. Evangelizando oportuna e inoportunamente Levando com coragem uma cruz ou medalha no peito para mostrar a todos que é católico Convicto.

12.2. Amando a Igreja, a hierarquia católica, obedecendo com toda a virtude da paciência e da humildade. Valorizando todas as palavras e orientações Santo Padre, o Papa, e dos bispos e sacerdotes na comunhão da Verdade e da Fé. Conservando de coração esse Depósito da Fé, transmitido pelos apóstolos e se Sucessores. Amando a Palavra de Deus, que se revela pela Bíblia como Sagradas Escrituras

12.3. Um amor pela Eucaristia, na adoração do Senhor Sacramento em seu Sacrário, e quanto possível participando da Santa Missa e comunhão sacramental todos os dias.

12.4. Desejo de mortificação, sacrifícios, jejuns. Confessando com frequência, ao menos uma vez por mês, pelo Sacramento da Reconciliação.

12.5. Viver a liturgia de cada tempo do ano litúrgico com muito amor.

12.6. Estudar a História da Igreja. Instruir-se na sua Doutrina. Saber refutar os ataques contra os Mandamentos Deus, da Igreja, dos Dogmas.

12.7. Participar de grupos carismáticos, cada semana, eventos e retiros carismáticos.

12.8. Procurar ter um confessor e diretor espiritual de forma habitual. Engajar-se em ministérios apropriados aos leigos, sociais ou comunitários

12.9. A posse de carismas e de seu uso para o bem do Povo de Deus, pois o carisma conforme o entende a R.C.C. é “o dom ou aptidão liberada e impulsionada pelo Espírito Santo e posta a serviço da edificação do Corpo Místico de Cristo, a Igreja”.

13. Os candidatos só serão reconhecidos como membros da Ordem Terceira, depois de admitidos pelo sacerdote que estará orientando a Ordem.

2.3. PADRE ASSISTENTE

14. O sacerdote assistente será indicado ou confirmado pelo prior Geral ou local. Não poderá ser afastado pela Diretoria ou pela Assembleia sem consentimento do Prior. Sua permanência como Assistente da Ordem terceira sempre dependerá do Prior local ou Geral. O dever do Padre Assistente será sempre a área espiritual podendo ajudar na orientação material e física da mesma.

3. A ESPIRITUALIDADE DO SER

15. Muitas outras regras e determinações poderiam ser oferecidas. Julgo, entretanto, que nas reuniões mensais, que quando possível devem ser precedidas pela Santa Missa, ou em retiros desta Ordem, outras coisas poderão ser ditas.

16. É importante dizer que os casos omissos neste manual do vocacionado serão resolvidos pela Diretoria juntamente com o Padre Assistente

Ao Deus Ótimo, Máxima toda honra e toda a glória. Amém.

4.1. ORAÇÃO À NOSSA SENHORA DE PENTECOSTES

Ó Maria,/ Filha predileta do Pai,/ Mãe Santíssima do nosso Senhor Jesus Salvador,/ esposa mística do Espírito Santo,/

Nossa Senhora de Pentecostes,/ nós nos consagramos ao vosso maternal amor e vos tomamos como modelo perfeito de louvor a Deus,/ de santidade,/ de espírito missionário e evangelizador Vós, que no dia de Pentecostes,/ junto com os apóstolos,/ ficastes repleta do inefável dom do Espírito Santo,/ ajudai-nos na efusão do mesmo Espírito/ que recebemos no dia do Batismo,/ sermos constantemente fiéis ao Senhor./Amém.

V/.Nossa Senhora de Pentecostes,

R/. Rogai por nós que recorremos a Vós.

4.2. ORAÇÃO A SÃO JOSÉ

Ó glorioso São José,/ Pai e Protetor das almas virgens,/ nosso ai e Protetor guarda fiel a quem Deus confiou Jesus,/ que é a mesma inocência,/e Maria_ a Virgem das virgens:/ Nós vos suplicamos/ e constantemente rogamos,/ por Jesus e Maria,/ esse dúplice penhor a Vós tão caro,/ façais que, preservados e toda mancha,/ incontaminados no pensamento,/ puros de coração/ e castos de corpo,/ sirvamos constantemente a Jesus e Maria em uma perfeita castidade./ Amém.

V/. São José, nosso Pai e Protetor,

R/. Rogai por nós.

5. PALAVRA DE DEUS

“O Senhor teu Deus, ordena-te hoje que guardes estas leis e estes preceitos Observa-os cuidadosamente e pratica-os de todo o teu coração e de toda a tua alma. Hoje, fizeste o Senhor, teu Deus, prometer que Ele seria teu Deus, e que andarias nos seus preceitos, e obedecendo-lhe fielmente E o Senhor fez-te prometer neste dia, também de sua parte, que serias um povo que lhe pertença de maneira exclusiva, como te disse, e que observarias todos os seus mandamentos, para que Ele eleve em glória, renove o esplendor acima de todas as nações que criou, e seja, assim, um povo consagrado ao Senhor, teu Deus, como te disse” (Dt.26.16-19).

Pe Gilberto Maria Defina, sjs
ln memoriam
Fundador da Fraternidade Jesus Salvador

Pe Afonso Maria da cruz Castaldoni, sjs
Prior Geral do Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador.
Pe Myguel Tostes,sjs
Padre Assistente do SER
Elizete Rosa Machado
Presidente da Ordem Terceira Salvista

Mais nesta categoria


Nome


E-mail






ANO SANTO
ANO SANTO
FAÇA A SUA DOACÃO!
FAÇA A SUA DOACÃO!
Vídeo salvista
REDES SOCIAIS
Terço do Perdão e da Cura
Terço do Perdão e da Cura
Cantinho Vocacional
Cantinho Vocacional
Enquete
QUEM É VOCE QUE NOS VISITA?
Novidades
Cadastre-se e receba nossas novidades.

E-mail:

Cadastrar
Descadastrar

RSS
YouTube
Facebook
Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador

Clique aqui e fale conosco
Copyright 2017 - Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Agência Católica | A serviço da Igreja Católica.